segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Miguel de Cervantes



       
Nasceu em 29 de setembro de 1547 e morreu em 22 de abril de 1616. Poeta, dramaturgo, romancista e novelista espanhol, Cervantes nasceu em Alcalá de Heenares.
Embora que pouco conhecido no meio literário fez amizade com Tirso de Molica, Gôngora e Quevedo, que são escritores de sua época. Algumas de suas obras foram impressas várias vezes o que demonstrou ser um escritor bastante lido.. Dom Quixote, por exemplo foi publicada em um ano, mais de seis vezes. Feriu em duelo Antônio Sigura tendo que ir para a Itália, em 1569.
 Em 1570, combateu no front do Mediterrâneo, contra o ingresso dos turcos otomanos sobre a Europa. Na Batalha Naval de Lepanto,  vencida pelo Império Otamano, representou o fim da expansão islâmica no mediterrâneo. O combate durou apenas 3 horas.
 
 
Cervantes sofreu acidente, perdendo  os movimentos de sua mão esquerda. Naus turcas invadiram a galera El Sol, quando Cervantes voltava de Nápolis para a Europa. Fica preso com seu irmão em Argélia, capturado que fora por piratas. Seu irmão é solto mas ele permanece preso por cinco anos. Em 1584, volta a sua terra e casa-se com Catalina de Salazar, em Esquivias, um povoado de La Mancha. Aí se dedica ao teatro. Em 1585 publica seu primeiro livro de ficção- "A Galatea".
Para ajudar, já que não conseguia viver da literatura, trabalha como comissário real na esquadra da Invencível Armada. Sofrendo uma derrota em 1588, perdeu ali seu trabalho. Prosseguindo, ocupou-se com o trabalho de Coletor de Impostos. Aí foi acusado de desfalque. Preso, ficou três meses até que conseguiu provar sua inocência.
Em 1605, publicou a primeira parte de Dom Quixote.
Com votos de humildade e pobreza, ingressou na Ordem Terceira de São Francisco e em 1615, foi publicada a segunda parte de Dom Quixote.

Nenhum comentário:

Postar um comentário